quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Anjos,

E os Anjos a nos contar os Segredos contidos nas entrelinhas dos Mundos... Paralelos, na ilusão deste Tempo... Fluir!
No desenrolar, no desabrochar desta nossa Vida, desta nossa Existência: múltiplos, infinitos Mundos, que acolhem as estórias de um sem número de personagens que vagam, flutuam, brincam, indo e vindo, buscando, complementando, ousando... Continuação!
Possibilidades infinitas em ambas as faces deste nosso Espírito, a experienciar as Estações da etérea, única, eterna... Vida.
Nas carências, paixões, dores, amores e sonhos protagonizados por cada Alma, na intensidade ou mesquinhez de suas idéias, passagens, experiências limítrofes ou imensas. Não importa! Avançar! Recuar! Em tantos momentos há mágicka na decisão acertada!
O Ontem traz acontecimentos valiosos, mas o Amanhã não existe, nunca virá! Porque o Amanhã, sempre, não será mais que o nosso Passado, então, ele precisa ser escrito Agora! E assim que tantos Personagens perdem as suas Vidas, simplesmente deixando-as passar em branco: os momentos, as oportunidades, as palavras, os afetos que são jogados ao léu em sua incessante, insana, ansiosa e inconsciente busca do dia a dia. Perdem-se!
“Mesmo que eu não mais exista, ainda assim, estarei com você”. Se com este Dom eu houver desperto em você o amor que podes sentir em mim, será assim! Do contrário, seremos apenas zumbis a vagar por aí. Me ama com pureza, com amor! Não me ame com egoísmo!
Como Anjos, adentrar inconsciente e profundamente Universos... Consciência!

Nenhum comentário: