sábado, 20 de dezembro de 2008

.P,

"Eu preciso gritar porque você está surdo e não me ouve"! O Universo é mágicko em nos mostrar Espelhos... colocando-nos à frente de pessoas iguais a nós: Única possibilidade de podermos assim ver a nos mesmos... refletindo-os em nós!
Me apronta as coisas que mais odeio em você: Silêncio significa permissão! E se te faço o que mais odeia em mim? Minha provocação te seduz, cala! Não interprete que toda a coragem que desponta em meu ser é desafio. De repente seja em mim a forma mais sutil de lidar com o medo do inevitável.
Lembra-se do último encontro? Me desconsertou: tua arrogância, as palavras como que flechas lançadas ao meu peito, desprotegido! E na rua... Anjos gritam repetidas vezes: Eu odeio você! Coincidência?! Mas a tua sexualidade amoral e tão sublime, me aquece, confortando-me.
Que fórmula continha o horror daquela noite: Para entregar-me aos braços de um Anjo que escondia o seu rosto? Nem mesmo Amor justificaria, permitindo a alguém, entrega absoluta, sem volta!
Amor... arrebata, confundindo-nos, despertando-nos com Paixão! A tranqüilidade submersa na Verdade destes Anjos que adentram Universos: Paradoxos! Reside na transcendência da libido deste Amor!
Te amo pela magnitude da tua beleza, da leveza contida na agressividade e sarcasmo das atitudes que vêm do profundo da tua alma... E não pelas máscaras que aparenta significar para os olhos perdidos deste mundo, ávidos por não compreenderem propriamente o bálsamo que aflora da tua carne: Despertando, entorpecendo!

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Anjos,

E os Anjos a nos contar os Segredos contidos nas entrelinhas dos Mundos... Paralelos, na ilusão deste Tempo... Fluir!
No desenrolar, no desabrochar desta nossa Vida, desta nossa Existência: múltiplos, infinitos Mundos, que acolhem as estórias de um sem número de personagens que vagam, flutuam, brincam, indo e vindo, buscando, complementando, ousando... Continuação!
Possibilidades infinitas em ambas as faces deste nosso Espírito, a experienciar as Estações da etérea, única, eterna... Vida.
Nas carências, paixões, dores, amores e sonhos protagonizados por cada Alma, na intensidade ou mesquinhez de suas idéias, passagens, experiências limítrofes ou imensas. Não importa! Avançar! Recuar! Em tantos momentos há mágicka na decisão acertada!
O Ontem traz acontecimentos valiosos, mas o Amanhã não existe, nunca virá! Porque o Amanhã, sempre, não será mais que o nosso Passado, então, ele precisa ser escrito Agora! E assim que tantos Personagens perdem as suas Vidas, simplesmente deixando-as passar em branco: os momentos, as oportunidades, as palavras, os afetos que são jogados ao léu em sua incessante, insana, ansiosa e inconsciente busca do dia a dia. Perdem-se!
“Mesmo que eu não mais exista, ainda assim, estarei com você”. Se com este Dom eu houver desperto em você o amor que podes sentir em mim, será assim! Do contrário, seremos apenas zumbis a vagar por aí. Me ama com pureza, com amor! Não me ame com egoísmo!
Como Anjos, adentrar inconsciente e profundamente Universos... Consciência!

sábado, 8 de novembro de 2008

♥♥♂♀♂♀♥ A Idade da Loba,

Qual é mesmo a Idade da Loba? Seria o ápice da vida sexual [da fêmea no cil] ou o ápice da vida financeira [adquirindo todos os “mimos” possíveis de se imaginar] ?!?!?!?!Cara de poucos amigos? Não é bem isto. Até se colocar na energia. Nada como a sabedoria e plenitude do Tempo.Sempre curtiu bota em couro com cano e salto alto e bico fino, além do jeans agarrado ao corpo. Hoje, até arrisca os tecidos mais leves.Academia? Nem pensar! Ela nasceu com a boa forma. Ah, vai, quando muito um personal para ajudar no alongamento.Ela tem uma cabeça legal. Não pirou nesta era super-moderna. Afinal, “porque nem toda feiticeira é corcunda, nem toda brasileira é bunda, meu peito não é de silicone”...Bolsa. O que carrega em sua bolsa? Tudo! Agenda, maquiagem, gloss, perfume, absorvente íntimo [interno] e, claro, os documentos – desde a habilitação até o talão de cheques e cartão de crédito – op´s [!] os últimos não, ela só paga à vista!E a vida virtual? Messenger; E-Mail; Sites de Relacionamento. Bom, sempre é possível conhecer pessoas interessantes a partir daí.O período Faculdade já se foi há algum tempo e o MBA... Ah, o MBA! As turmas nunca se formam! Será que ela é exigente demais? Por exemplo, a turma do MBA de Estratégia de Negócios em E-Commerce não se formou. Melhor crer na energia do Universo. Até que um dia, vindo de uma reunião de trabalho ela se depara com um enorme toldo à sua frente, de uma companhia consultora empresarial norte-americana e, justamente [exatamente] o tema da reunião que acabara de participar “Consultoria Empresarial”. Acaso ou atração?!Mercado de Trabalho? Caos! Dez anos mais tarde desencanou e relaxou! Hoje, brincando de Empresária. Mas espera aí! Ainda brincando de empresária já na Idade da Loba? Meio tarde, não? Não! Claro que não! Reduzidíssimo o índice ou número de mulheres bem sucedidas neste período de suas vidas, porque a maioria faliu e até mesmo desistiu, optaram por continuar empregadas até a fase de suas aposentadorias. Medo? Comodismo? Ah, sabe-se lá! Ela não! Mais calma, experiente, inteligente... optou por nem mesmo auto-denominar-se “a empresária”. O quê? Registrar CNPJ? Arcar com Impostos? Nem pensar! Melhor mesmo fazer, antes, “dar certo”. Basta brincar, pois ela cansou de tentar! Se der certo tudo bem e se não der, ela continua a brincar em outros parques ou quintais.Vamos ao médico? Rotina feminina ou um fetiche, fantasia sexual...? As duas coisas!Quer ser mãe! Ainda dá tempo ou é cedo demais? Depende do ponto de vista.Mulher... Às vezes chora... melancolia, cólica, solidão, depressão! Por vezes nem mesmo o mais ousado homem do seu tempo [este mesmo! das reportagens/entrevistas, o mesmo da rádio/TV/internet!] arriscaria desafiá-la, nem mesmo olhar nos seus olhos. Sexo forte ou frágil? Selvagem!Hm...? Relacionamento afetivo? Mas com se come isto mesmo? Prato típico de que continente, país, região...? Com o passar dos anos, a maturidade, a independência, a auto-eficiência. E por que não a elevadíssima auto-estima? Descobre-se que está mais consigo mesma, mais centrada, crítica e seleta. Os homens já não lhe despertam interesse [psíquico, emocional, espiritual, sexual]... frígida? Claro que não! Alma gêmea? O amor da sua vida? Casar-se ou dividir um apartamento? Mas ela prefere um ambiente maior! Uma casa confortável e espaçosa. Isso vale mesmo à pena ou é indiferente? Será que ela não terá uma companhia para esta Existência? Até que um dia... Um Anjo... Ah, um Anjo. Como? Um Anjo? Sim, um Anjo! Um ser demoníaco? Ou angelical? Ambas as possibilidades! Lembranças de uma outra Vida! Impossível! Ah, é possível sim! A Essência é a própria Continuação.Melindrosa ou sete oitavos? E aquela coleção de lingerie branca do enxoval para a primeira [única] noite de núpcias? Será que ela virá... Um dia?Ela quer ser feliz. Não! Ela quer curtir! Observe: Que tipo de “felicidade”? Grande, pequena, curta, longa ou média? Melhor não questionar este quesito. E se a tal “felicidade” nunca for encontrada/atingida/alcançada? Ihhhhh, fodeu! Tudo é tão relativo. Esteja nos momentos. Esteja no movimento, no balanço deste momento.